Tenho curso mas não tenho experiência. E agora? - Mirojobs: Vagas de Emprego Curitiba; Ponta Grossa e Paranaguá. Tenho curso mas não tenho experiência. E agora? Mirojobs: Vagas de Emprego Curitiba; Ponta Grossa e Paranaguá.

PESQUISAR NO SITE:

  - Digite um cargo ou palavra-chave
Publicidade:

abril 27, 2016

Tenho curso mas não tenho experiência. E agora?

.
Você junta suas últimas economias após perder o emprego e faz um curso profissionalizante na esperança de um recolocação. Após concluir o curso sai em busca de emprego e não consegue nada porque não tem experiência. E agora? Mudar os planos e jogar fora o tempo investido? Tentar e ficar lutando até conseguir? Ou sentar e ler este artigo e juntos tentarmos uma solução? A escolha e sua.
Faça seu nível de experiência aumentar.
Fonte (medianation.co.uk)


Antes de começar a entrar em desespero lembre-se que existem cursos e cursos. Alguns são de renome no mercado e outros são de qualidade duvidosa. Fazer um curso de vigilante em uma instituição de nome, com credibilidade junto as empresas deste setor abre muitas portas. Fazer um curso de porteiro em dois dias em uma escola sem padrão nenhum de qualidade é a mesma coisa que nada. Então cuidado onde investe seu dinheiro. 

Existem pessoas com pós - graduação e com curso superior desempregadas. Isso significa que estudar não ajuda na carreira? errado. Estão desempregadas por que escolheram o rumo errado da carreira. Como recrutador me deparo diariamente com pessoas de alto nível educacional mas com deficiências enormes até para formatar um simples currículo. Não é a instituição que faz o saber, não existe mágica. A motivação deve ser sua.  Basta fazer um curso qualquer e observar que algumas pessoas se dedicarão mais e outras menos e mesmo assim ambos vão concluir o curso. Até nos cursos superiores é visível esta constatação.

O primeiro passo ao terminar um curso é avaliar o quanto você aprendeu realmente. Após , avaliar o quanto este seu curso se encaixa nas vagas que procura. Vamos pegar como exemplo um curso de porteiro. O que realmente aprendeu sobre a função está mais direcionado para portaria comercial, industrial, residencial? Além do curso qual seu nível de informática? Tem algum idioma básico? Ao se candidatar às vagas você coloca somente "curso de porteiro" ou coloca algo mais sobre o curso como carga horária e alguns temas abordados? Ter o curso e não ter experiência não é sempre a causa do desemprego.

Da mesma forma quando um candidato de curso superior coloca de forma genérica sua formação sem exaltar as competências principais do curso. Lembre-se que cada instituição tem um grade curricular e a qualidade do curso é outro fator que pode variar.

Quanto a experiência já abordamos isto em outro artigo (Leia ele aqui). Muitas vezes a palavra experiência serve apenas de delimitador para alguns tipos de candidatos e não significa um impedimento. Alguém vai dizer: "Mas pedem experiência até para limpar banheiro?" . Sim pedem, e sabe o motivo? Para evitar que uma pessoa que nunca pegou em uma vassoura ou mal lava o seu próprio banheiro faça a empresa perder tempo e dinheiro. Ninguém tem tempo para ensinar o básico do básico. 

Existem competência próprias de cada função que você deve desenvolver por conta própria. Informática básica, mandar e-mails corretamente, saber usar o Word e Excel são requisitos básicos para várias funções.

Em outras, não se exige estes conhecimentos mas é necessários noções de higiene dos alimentos, postura profissional e outros. Em todas as funções existem pessoas que se destacam. Observe como eles agem! Veja como os melhores profissionais da sua área se comportam!

Tenho curso mas não tenho experiência.
A falta do domínio em informática é ainda um desafio para
várias pessoas (Créditos: jisc.ac.uk)

Cerque sua vida de pessoas úteis. No curso que fez quantos ex-colegas mantém no seu círculo de contatos? Talvez um ou outro já esteja trabalhando na área e possa lhe indicar para uma vaga ou saber de alguma. Os professores também podem lhe ajudar com indicações.
Nas suas redes sociais quantos grupos de profissionais da área você participa? Você usa o Linkedin?  
E trabalho voluntário já fez algum na área? Apesar de não ser remunerado a experiência voluntária pode lhe trazer a prática necessária além de aumentar sua rede de contatos. Conheço profissionais que após um ano desempregados começaram a formar uma rede de contatos na área indo a eventos, participando de grupos de discussão e outras atividades. Em pouco tempo estavam empregados e ainda recebendo vários convites para outras empresas. 

Seus contatos e redes sociais incluem pessoas úteis?  Tenha bons
contatos profissionais sempre. (Créditos: Flick)

Se você é um servente de limpeza se veja como o melhor que existe e chegue confiante e sorrindo nas entrevistas. Faça seu currículo dizer tudo o que você acredita que é. Sua empolgação deve ser lida no papel pelo recrutador. Os cursos da sua carreira são só um complemento. Existem enormes diferenças entre o profissional que confia nos seus vinte cursos e naquele que tem apenas um curso mas faz daquele aprendizado o melhor da sua vida. Não adianta entupir o currículo de cursos e esperar o emprego cair do céu. Hoje em dia um aperto de mão e um sorriso fazem mais a diferença que três folhas de currículo.


Foque em aumentar sua rede de contatos e em melhorar suas competências que os resultados aparecerão.

Luís Korani
- Suporte RH Mirojobs -